5 de agosto de 2012 § 4 Comentários

Ela poderia ser feliz, e ele nem saberia.

Sussurrou um adeus e foi embora, deixando as marcas de seus pezinhos molhados no chão, as lágrimas nos lençóis, a mancha de batom na borda copo. E por um instante ele desejou nunca tê-la conhecido. Desejou que todos os momentos bons fossem apagados, levados embora com a água que lhe descia dos olhos. Desejou que ela nunca tivesse cruzado seu caminho, que nunca tivesse lhe apresentado seu sorriso, que nunca tivesse invadido sua casa, sua cama, seu peito, seu coração.

Anúncios

Marcado:, , ,

§ 4 Respostas para

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento no o segundo sol.

Meta

%d blogueiros gostam disto: